Camões

Centro de Língua Portuguesa


Cidade da Praia - Cabo Verde

[1999 - 2020]

Imprensa Nacional — Casa da Moeda (INCM) de Portugal: 4.ª edição do Prémio Literário INCM/Eugénio Lisboa (Moçambique)

 

A Imprensa Nacional — Casa da Moeda (INCM) de Portugal, no âmbito da sua missão de promoção da Língua Portuguesa, criou o Prémio Literário Imprensa Nacional Casa da Moeda (INCM)/Eugénio Lisboa em Moçambique que terá este ano a quarta edição. As obras distinguidas na 3.ª edição do Prémio INCM/Eugénio Lisboa foram a Ilha dos Mulatos, de Sérgio Raimundo (obra vencedora), O homem que vivia fugindo de si, de Japone Matias Loudel Caetano Agostinho e O amor que há em ti, de Néusia de Larsane Abílio Pelembe (duas menções honrosas).

 

Dada a relevância de Eugénio Lisboa, enquanto cidadão e homem de cultura nascido em Moçambique, mas também enquanto autor de prosa, ensaios e crítica literária, a Imprensa Nacional — Casa da Moeda entendeu criar este prémio literário, destinado a selecionar trabalhos inéditos de grande qualidade no domínio da prosa literária, em Moçambique.

 

O Prémio INCM/Eugénio Lisboa contempla a edição da obra vencedora, bem como a atribuição de um valor monetário ao vencedor.

Podem concorrer a este Prémio todos os cidadãos moçambicanos, a residir em Moçambique ou no estrangeiro, ou estrangeiros residentes em Moçambique há pelo menos 10 anos.

 

As obras concorrentes devem ser inéditas e em português. Deverão ser apresentadas em três cópias em papel, no formato A4, e acompanhadas de uma gravação em formato digital. A dimensão mínima é de 80 páginas A4, em Times New Roman, corpo 12, e espaço e meio entrelinha.

 

As candidaturas à 4.ª edição do Prémio INCM/Eugénio Lisboa estão abertas de 3 de agosto a 28 de setembro de 2020 e podem ser entregues no Camões — Centro Cultural Português em Maputo ou na Beira ou, ainda, no Centro de Língua Portuguesa da Universidade Pedagógica em Nampula. Os moçambicanos residentes em Portugal que concorrem a este Prémio podem dirigir-se à INCM, Rua da Escola Politécnica, 135, em Lisboa, ao cuidado de Teresa Garcia.

 

Aceda a informação adicional, em linha, em: https://bit.ly/2CKRwtV